Amazon é investigada por suposta exploração de parceiros

Investigadores dos estados da Califórnia e Washington estão apurando supostas práticas predatórias da Amazon contra revendedores parceiros que usam o marketplace da gigante de e-commerce.

Segundo o NY Times, as autoridades querem saber se a Amazon usa indevidamente informações de vendas de seus parceiros para copiar os produtos mais vendidos de lojas menores, e posteriormemnte lançá-los sob uma de suas grifes.

ACME: A Company that Makes Everything

Os produtos mais conhecidos da Amazon são os e-books Kindle e os speakers da linha Alexa Echo, mas a empresa tem dezenas de marcas de outros produtos, incluindo roupas, acessórios e sapatos.

Essas marcas não são vendidas com o nome Amazon, mas sim com nomes como Core 10 (roupas de academia para mulheres), Coastal Blue (roupas de praia para mulheres) e Denim Bloom (calças jeans para homens).

Na investigação, as autoridades apuram se a Amazon se aproveita dos dados de venda de seus parceiros para “clonar” os produtos de maior sucesso e revendê-los usando uma de suas marcas.