Apple aposta no Vietnã para escapar de guerra comercial

A Apple orientou sua fornecedora Foxconn a mover parte da fabricação de iPads e Macbooks da China para o Vietnã.

Segundo reportagem da Reuters, a mudança seria uma forma de tentar diminuir possíveis impactos da guerra comercial entre EUA e China.

O movimento ocorre no momento em que governo Trump incentiva as empresas americanas a tirarem produção da China.

Durante o mandato de Trump, os eletrônicos fabricados na China foram alvo de tarifas de importação mais altas, além de restrições de fornecimento de componentes produzidos com tecnologia norte-americana para empresas chinesas.

Analistas acreditam que a tensão comercial com a China deve continuar mesmo com a eleição do rival de Trump, Joe Biden.

De acordo com a Reuters, as novas linhas de montagem no Vietnã devem estar prontas nos primeiros meses do ano que vem.