Apple e Facebook trocam farpas por privacidade

A mais nova rusga entre a Apple e o Facebook envolve um novo recurso de privacidade do iOS.

Na sexta-feira passada, a diretora de privacidade da Apple, Jane Horvath, criticou em carta o Facebook por “tentar coletar o máximo de dados possível” de seus usuários.

“Executivos do Facebook deixaram claro que sua intenção é coletar o máximo de dados possível para criar e monetizar perfis detalhados de seus usuários. E essa desconsideração pela privacidade se expande cada vez mais para outros produtos da empresa”, disse.

Horvath afirmou ainda que a Apple continua firme no propósito de lançar um recurso que dá aos usuários mais controle sobre privacidade nos produtos da empresa.

Chamado de App Tracking Transparency (ATT), o recurso exigirá que os apps tenham a permissão explícita do usuário para acessar dados normalmente usados para direcionar publicidade.

Empresas de publicidade, claro, temem que o recurso dificulte o acesso a dados para publicidade personalizada.

O Facebook, por sua vez, rebateu as acusações de Horvath e disse que tudo não passa de encenação.

Segundo o FB, a Apple “usa seu poder dominante no mercado para privilegiar sua própria coleta de dados, enquanto impede que competidores tenham acesso aos mesmos dados. Eles dizem que é sobre privacidade, mas é sobre dinheiro”, afirmou a empresa.

O ATT deve ser lançado no início do próximo ano.