Apple pode permitir que usuários mudem apps padrão do iPhone

A Apple está considerando permitir que usuários do iPhone escolham aplicativos padrão para navegar na web e ler e-mails, entre outras funções.

Segundo a Bloomberg, a mudança pode ocorrer no iOS14, que deve ser anunciado por volta de junho e oferecido em setembro, seguindo o tradicional calendário de atualizações da Apple.

Primeiro o meu

Atualmente, quem tem iPhone pode baixar milhões de apps da App Store, mas os apps da Apple têm o privilégio de serem usados por padrão em várias situações.

Links, por exemplo, são sempre abertos no Safari, mesmo que o usuário tenha o Chrome ou outros navegadores. Ao pedir para a Siri tocar uma música, a assistente só aciona o serviço da Apple, e não um app como Spotify, por exemplo.

Com as mudanças, o usuário poderia escolher o Chrome ou outro navegador como padrão, assim como outro cliente de e-mail, app de música e daí por diante.

Na mira da lei

A razão para a mudança não seria, digamos, uma ação de caridade. Segundo a Bloomberg, a novidade seria uma forma de a Apple se defender das acusações de práticas anticompetitivas.

Há anos, desenvolvedores se queixam de que a empresa prejudica apps de concorrentes e privilegia os seus na App Store.

A empresa é alvo de processo nos EUA por essa razão e também de um processo na União Europeia, motivado por uma queixa do Spotify.