Big Tech terão que enviar documentos ao Congresso dos EUA

O Congresso dos EUA enviou um pedido para que Apple, Google, Amazon e Facebook enviem documentos internos para fins de investigação sobre possíveis práticas anticompetitivas.

As cartas com os pedidos foram enviadas diretamente aos CEOS das empresas, respectivamente Tim Cook, Larry Page (da Alphabet, que controla o Google), Jeff Bezos e Mark Zuckerberg.

Cada um com seus problemas

No pacotão de documentos, os congressistas pedem inclusive e-mails internos de oito executivos da Amazon, 14 da Apple, 15 do Facebook e 14 do Google. São milhares de documentos envolvendo diversos aspectos das atuações das empresas, incluindo:

Facebook – informações sobre as compras do Instagram e do WhatsApp, que eram potenciais concorrentes do Facebook até as aquisiçÕes.Os congressistas também querem saber mais detalhes sobre a compra do polêmico app de VPN Onavo, já comentado por aqui.

Google – informações sobre compras da DoubleClick e da Admob, hoje parte da dominante plataforma de publicidade do Google.

Amazon – informações sobre os algoritmos que ordenam produtos e ofertas no site, incluindo detalhes sobre como são tratados os produtos de lojas de terceiros (marketplace). Informações sobre aquisições de diversas empresas, como a Eero e a polêmica Ring.

Apple – informações sobre os algoritmos que ordenam os apps da App Store do iPhone e se há algum privilégio para apps da Apple em prejuízo de apps concorrentes.

Espera-se que as empresas tentem argumentar contra a divulgação de certos documentos, alegando serem informações de alto valor estratégico. Mas, caso se recusem a entregar, seus CEOs podem ser intimados a depor.