Boicote ‘vai acabar logo’, diz Zuck a funcionários

Em reunião interna com funcionários do Facebook, Mark Zuckerberg, CEO da companhia, disse que espera que o boicote de anunciantes à rede social ‘acabe logo’.

Segundo Zuckerberg, o boicote terá impactos de reputação, mas não econômicos.

“Não vamos mudar nossas regras devido à ameaça que representa uma pequena parte de nossa receita, ou mesmo de qualquer parte dela”, disse Zuck.

De fato, analistas estimam que os grande anunciantes que já aderiram ao boicote representem menos de 10% da receita do Facebook. A maior parte dos lucros da empresa vem de pequenos e médios anunciantes.

Uma reunião entre Zuckerberg e líderes do movimento #StopHateForProfit – que cobra uma atuação mais dura do Facebook contra discurso de ódio na plataforma – deve ocorrer amanhã.

Reportagem do Washington Post afirma que até agora as agências e grandes empresas consideram fracas e vagas as ações prometidas pelo Facebook.