ByteDance paga US$ 92 milhões para encerrar processo de privacidade

A ByteDance, dona do TikTok, concordou em pagar US$ 92 milhões para encerrar um processo que já corria há mais de um ano nos EUA.

Em 2019, a empresa foi processada por um grupo de usuários por coleta ilegal de dados de crianças.

A irregularidade ocorreu em 2017, quando a empresa comprou a americana Musical.ly e integrou o app ao TikTok.

No processo, a ByteDance coletou dados de menores de 13 anos sem consentimento de seus pais e vendeu as informações para terceiros, violando dessa forma o COPPA (Children’s Online Privacy Protection Act).

Em comunicado, a empresa disse que discorda com os argumentos do processo, mas resolveu fazer o acordo para encerrar o assunto.

O app tem cerca de 100 milhões de usuários nos EUA.