Cade encerra processo Bradesco x GuiaBolso

O Bradesco anunciou ontem que fechou um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para encerrar investigação sobre supostas práticas anticompetitivas contra o app de finanças pessoais GuiaBolso.

Pelo acordo, o Bradesco vai pagar cerca de R$ 24 milhões, além de se comprometer a parar de dificultar o acesso do GuiaBolso aos dados de clientes do banco.

A investigação começou em julho de 2018, após uma secretaria do Ministério da Economia detectar que o Bradesco era o único entre os grandes bancos que solicitava senha aleatória adicional para o acesso do app do GuiaBolso.

Segundo o fundador do GuiaBolso, Thiago Alvarez, essa dificuldade praticamente inviabiliza o uso do aplicativo por correntistas do Bradesco, público que o executivo estima em cerca de 1,5 milhão de pessoas.

Consultado pela Reuters, o Bradesco afirmou em nota que o acordo endereça preocupações com a segurança de seus clientes, incluindo o consentimento para portabilidade dos dados. E acrescentou que o acordo “não representa nenhuma presunção de culpa em relação aos temas discutidos”.