Com avanço de fintechs, Zuum fecha as portas

No final do ano passado, a Telefônica e a Mastercard fecharam sua empresa de pagamentos por meio de celular, a Zuum.

Ela era a última iniciativa de pagamento via celular controlada por operadoras. 

Além da Telefônica, Oi, TIM e Claro também tiveram iniciativas de pagamento via celular, e também desativaram estes serviços um a um.

Em longa matéria sobre o assunto, o MobileTime mostra que uma das causas para fim deste tipo de serviço é o avanço das fintechs,startups de serviços bancários.

De alguns anos para cá, Nubank, Banco Inter e outras empresas passaram a oferecer serviços bancários direto no celular, sem tarifas.

O Zuum tinha cerca de 1 milhão de clientes e nunca conseguiu se popularizar (para efeito de comparação, somente o Nubank tem 5 milhões de clientes).

Como mostra o MobileTime, a transferência de dinheiro via celular ganhou muita popularidade em países da África, mas nunca chegou ao mesmo nível de adoção no Brasil.

Colaborou para isso a divisão de mercado entre as operadoras, já que a transferência de dinheiro era possível apenas entre clientes da mesma empresa.

“Com a interface prática e amigável dos apps, isenção de tarifas e sem o problema de interoperabilidade, as fintechs ganharam o jogo“, resume o artigo.