Concorrentes criticam Big Tech em depoimentos nos EUA

Em depoimentos a autoridades dos EUA na última sexta-feira, executivos de empresas de tecnologia acusaram as gigantes do setor (conhecidas como Big Tech) de práticas anticompetitivas e monopolistas. Segue um resumo das queixas.

PopSockets x Amazon

A PopSockets fabrica aqueles apoios que grudamos atrás de smartphones e percebeu que cópias esfarrapadas de seus proutos, com logotipo e tudo, estavam sendo vendidas na Amazon.

Segundo o CEO da empresa, David Barnett, a Amazon só bloqueou os produtos piratas após a PopSockets gastar US$ 2 milhões em anúncios no site da gigante do e-commerce.

Além disso, a PopSocket se queixou de que a Amazon baixava agressivamente os preços de seus produtos e esperava que a fabricante compensasse a diferença.

A Amazon negou as acusações feitas pela empresa.

Basecamp x Google

Outro depoente foi David Heinemeier, cofundador da tradicional empresa de software Basecamp.

Ele se queixou de que, quando alguém busca pelo nome de sua empresa no Google, surgem anúncios de seus concorrentes.

Por consequência, a Basecamp é obrigada a gastar dinheiro no Google apenas para proteger sua marca. “É extorsão e não deveria acontecer”, disse Heinemeier.

Em sua defesa, o Google alegou que “deixamos empresas anunciar em marcas de concorrentes para aumentar as possibilidades de escolha dos usuários. Mas, se uma empresa nos enviar uma reclamação oficial, bloqueamos os anúncios de concorrentes”.

Por seu lado a Basecamp afirmou que o processo de enviar uma reclamação é complicado e deixa a responsabilidade toda em cima das empresas, e não do Google.

Tile x Apple

A Tile fabrica acessórios Bluetooth que ajudam a localizar objetos perdidos, como carteiras e chaves.

A empresa acusou a Apple de copiar sua tecnologia no serviço Find My iPhone/iPad.

Em resposta, a Apple negou competir diretamente com a Tile e afirmou que “não tem seu modelo de negócio baseado em localização de pessoas ou seus aparelhos”.

Sonos x Google/Amazon

Como recentemente comentado por aqui, o CEO da Sonos, Patrick Spence, acusou Google e Amazon de copiarem designs e tecnologia das caixas de som da empresa.

Ambas as empresas negaram as acusações.