Contra vontade, Bezos estreia no Congresso dos EUA

Os depoimentos dos CEOs das Big Tech (com exceção de Satya Nadella, da Microsoft, que escapou dessa) estão marcados para esta quarta-feira no Congresso dos Estados Unidos.

E Jeff Bezos, da Amazon, é o único dos quatro executivos que deporá pela primeira vez.

Em longa reportagem, o NY Times analisa como o depoimento marca a estreia de Bezos como ‘defensor-chefe’ da Amazon, papel que costuma deixar para outros executivos.

Rei do camarote

De acordo com a matéria, Bezos gosta dos encontros e bailes de gala com a elite da capital americana, mas evita se envolver em reuniões e negociações diretas com políticos.

Ele deixa essas atividades para os executivos de relações governamentais da Amazon, um departamento com mais de 800 pessoas.

Mais rico do mundo, Bezos comprou a maior casa de Washington há cerca de quatro anos e lá costuma receber só gente muito ryca, como atores de Holywood, políticos e empresários.

Ele também é dono do Washington Post, jornal mais importante da cidade e um dos mais relevantes do mundo.

Perante o Congresso americano, porém, a fama e o dinheiro não devem garantir vida mansa.

Segundo fontes do NY Times, Bezos deve ser questionado sobre diversos pontos do negócio da Amazon, incluindo aí as condições de trabalho nos armazéns da empresa e o comportamento agressivo da Amazon para ganhar mercado.

Além de Bezos, vão depor Sundar Pichai, da Alphabet/Google; Tim Cook, da Apple; e Mark Zuckerberg, Facebook (mais sobre ele abaixo).