De olho na nuvem, IBM será dividida

A IBM anunciou ontem que vai separar a unidade de infraestrutura e serviços do resto da empresa. Dessa forma, a Big Blue poderá concentrar esforços em aplicações de nuvem e Inteligência Artificial.

Ainda sem nome, a nova empresa de serviços é apenas identificada como NewCo em materiais de divulgação da IBM.

Ela já nasce como a maior empresa de serviços de infraestrutura de TI do mundo, com mais de 4 mil clientes de porte gigantesco, incluindo 75% da lista Forbes 100.

Já a IBM vai se concentrar no mercado de nuvem, que representa uma oportunidade de US$ 1 trilhão, de acordo com o CEO Arvind Krishna.

“Separamos a unidade de redes nos anos 90, a unidade de PCs nos anos 2000, a unidade de semicondutores há cinco anos. Em todos os casos essas unidades não se encaixavam na proposta de valor da empresa”, disse Krishna ao apresentar a mudança.

Analistas consultados pela Reuters viram a mudança como positiva. A avaliação é de que a IBM está se livrando de uma divisão que tende a dar menos lucro devido à consolidação e ao impacto da nuvem.