Depois de dois anos, Qualcomm lança novo chip para relógios inteligentes

A Qualcomm anunciou nesta segunda-feira (10) o novo chip Snapdragon Wear 3100, processador criado principalmente para ser usado em relógios inteligentes (smartwatches). O chip chega mais de dois anos depois do Wear 2100, seu antecessor.

O novo chip promete avanços principalmente no consumo de energia, um dos grandes problemas de relógios inteligentes. Segundo a Qualcomm, o 3100 consome 49% menos energia ao acessar o GPS e 34% menos ao tocar músicas em MP3, por exemplo.

Com o novo chip, fabricantes de relógios inteligentes como Fossil e Casio poderão finalmente levar ao mercado modelos repaginados com recursos mais avançados e menor consumo de energia.

Parados no tempo

Nestes dois anos entre o 2100 e o 3100, os relógios com sistema Wear OS (do Google) ficaram para trás em relação ao Apple Watch e aos relógios da Samsung (que produzem seus próprios chips e sistemas operacionais para relógios).

Uma das razões da desvantagem foi sem dúvida a falta de um processador competitivo. Apple e Samsung continuaram renovando e aprimorando seus relógios, enquanto os produtos com sistema Wear OS estagnaram e perderam mercado. 

Com o novo chip e a nova versão do Wear OS, é provável que relógios mais competitivos sejam lançados até o fim do ano. Mas pode ser tarde demais. Segundo dados da IDC, a Apple lidera com folga este mercado e nesta quarta deve lançar, junto com os novos iPhones, uma nova versão do Apple Watch.