Descomplica recebe aporte de R$ 450 milhões

A startup de educação brasileira Descomplica, famosa principalmente pelas aulas online para o vestibular, recebeu um novo aporte.

A empresa anunciou ontem um investimento de R$ 450 milhões. Entre os investidores estão Softbank, Mark Zuckerberg (por meio da Chan Zuckerberg Initiative) e até mesmo o guitarrista Edge, do U2.

O aporte, considerado o maior já feito em uma startup de educação na América Latina, vai permitir que a empresa invista em três frentes: na Faculdade Descomplica, no desenvolvimento tecnológico e na aquisição de outras empresas.

A Descomplica começou em 2010 com vídeos simples no YouTube publicados por seu fundador, Marco Fisbhen, que é professor de física.

O projeto ganhou corpo e, em 2012, Fisbhen começou com um modelo de assinatura para acesso às aulas, similar ao do Netflix.

Atualmente, a Descomplica é acessada por cerca de 5 milhões de alunos por mês.

Com o aporte, a startup planeja lançar pelo menos mais 18 graduações neste ano e 12 no próximo. Atualmente, a Descomplica oferece quatro cursos de nível superior.