Estados americanos processam Google… de novo

Mais um dia, mais um processo antitruste contra o Google. Desta vez, 38 estados americanos entraram com um novo processo (diferente daquele comentado na edição de ontem) contra a gigante das buscas, acusando-a de práticas anticompetitivas.

O processo, vale observar, contou com o apoio de procuradores ligados tanto ao Partido Democrata quanto ao Republicano. Ou seja, a desconfiança do Google é um dos poucos temas que une a classe política dos EUA no momento.

A ação tem como alvo específico a estratégia do Google de promover seus próprios serviços em sua busca, escondendo concorrentes.

O processo também menciona a prática conhecida como scraping, quando o Google extrai conteúdo de outros sites e exibe os resultados na página de resultados da busca.

Nestes casos, o internauta acaba solucionando sua dúvida no próprio Google, sem visitar o site que tinha a resposta de sua pesquisa.

Em resposta, o Google afirmou que o processo prejudicará os consumidores.