Estados americanos processam o Google

A semana continua quente para os departamentos jurídicos das Big Tech. Após os anúncios do processo contra o Facebook nos EUA e dos novos planos para ‘domar’ as Big Tech na Europa, ontem tivemos outro capítulo.

Um grupo de estados americanos liderados pelo Texas abriu um processo contra o Google, focado no amplo domínio que a empresa tem na área de publicidade online.

No processo, os estados acusam o Google de exercer ilegalmente monopólio sobre anúncios online.

“O Google usa seu poder de mercado para controlar os preços, fazer acordos ilegais com outras empresas do setor e manipular os leilões de anúncios. Isso é uma grave violação das leis”, disse Kent Paxon, procurador-geral do Texas.

A publicidade online representa quase a totalidade das receitas do bilionário Google.

A empresa lidera com folga em categorias como navegador, buscador, site de vídeos, sistema de smartphones, e-mail e plataformas de anúncios online, tendo portanto um grande poder nos padrões da publicidade online.

Este é o segundo grande processo contra o Google anunciado nos EUA.

Em outubro, uma coalizão de estados e o governo federal dos EUA abriram um processo similar contra o Google, focado no domínio da empresa no mercado de busca.