EUA pressionam Reino Unido para barrar Huawei

Uma delegação de autoridades dos EUA chegou ontem ao Reino Unido para persuadir o governo britânico a não usar equipamentos da Huawei em suas redes 5G.

O Reino Unido deve tomar uma decisão final sobre o assunto no fim deste mês.

Autoridades britânicas devem pesar dois lados da questão: de um lado, os EUA alegam que os equipamentos da Huawei podem ser usados pelo Estado chinês para espionagem. De outro, proibir a Huawei de fornecer equipamentos pode custar bilhões de dólares a mais para as operadoras britânicas, além de complicar a implementação das redes.

Desde o ano passado, os EUA pressionam países aliados a boicotar a Huawei. Austrália e Nova Zelândia já seguiram este caminho, mas os países europeus não se alinharam aos EUA.

Como comentamos por aqui recentemente, os EUA também têm conversado com o Brasil a respeito do bloqueio contra a Huawei.

Vale sempre lembrar que a empresa nega qualquer tipo de colaboração “por baixo dos panos” com o governo chinês.