Facebook se prepara para golpe da Apple

Ontem comentamos por aqui a disputa entre Apple e Facebook, motivada pelas restrições a coleta de dados de usuários do iPhone.

Apesar das reclamações, o Facebook sabe que não há o que fazer para evitar a mudança, e portanto já se prepara para o golpe.

A CNBC informa que o Facebook vai começar a testar uma mensagem que tentará convencer os usuários a permitir que o app rastreie suas atividades.

A mensagem (acima, à direita) vai aparecer momentos antes do pop-up da Apple (à esquerda).

O argumento da mensagem é que, ao permitir o rastreamento das atividades, o usuário terá “uma experiência melhor com anúncios” e ajudará pequenas empresas que divulgam produtos e serviços no Facebook.

Com o novo recurso App Tracking Transparency (ATT), os apps terão que mostrar um pop-up que permitirá que o usuário não forneça seus dados para rastreamento.

Caso muitas pessoas recusem o rastreamento, os anúncios serão menos personalizados e, portanto, menos eficazes.

Isso afeta não só os anunciantes, mas também, claro, o próprio Facebook, cujo modelo de negócio é baseado em publicidade personalizada.

De seu lado, o Facebook diz que a Apple abusa de seu poder sobre os usuários do iPhone para privilegiar seus próprios apps e prejudicar concorrentes.

Já a Apple defende a medida como uma forma de proteger a privacidade de seus usuários.