Galaxy Note9 chega com caneta mais esperta

A Samsung apresentou ontem seu novo smartphone de ponta, o Galaxy Note9 (assim mesmo, sem espaço entre Note e 9, vai saber). A maior novidade fica por conta das novas funções da caneta digital S Pen.

Agora, além de poder ser usada para escrever e desenhar na tela do celular, a S Pen também funciona como um controle remoto. Com um clique no botão da caneta é possível acionar a câmera e navegar em slides de uma apresentação, entre outras funções. A S Pen se comunica com o smartphone via Bluetooth.

Fora a caneta, não há muitas novidades. O visual “tela infinita” é idêntico ao do Note 8 e do Galaxy S9, lançado há poucos meses. A configuração é mais parruda do que a dos modelos anteriores e o destaque vai para uma versão com 512 GB de memória para armazenamento, o dobro do iPhone X. Adicionando um cartão de 512 GB, o usuário pode contar com 1 TB de espaço para guardar arquivos.

O aparelho estará disponível a partir do dia 24/8 em alguns países. Nos EUA, o Note9 custará a partir de US$ 1.000. Não há ainda informações específicas do lançamento no Brasil. O IDG traz as primeiras impressões do aparelho. No mesmo evento, a Samsung lançou também um novo relógio inteligente e um smart speaker.

Mercado

O lançamento do Note9 vem em um momento em que a Samsung lida com um desaquecimento das vendas de seus aparelhos mais caros, como observa o NY Times (em inglês). Líder com folga do segmento, a empresa é de certa forma vítima do seu sucesso. Os smartphones mais caros se tornaram tão bons que as pessoas só trocam em caso de quebra ou quando a bateria não aguenta mais o tranco.