Google Ads ajuda a financiar fake news, aponta estudo

Um estudo feito pelo grupo de pesquisadores Global Disinformation Index identificou que anúncios publicados por meio da plataforma do Google ajudam a pagar as contas de boa parte dos sites de fake news existentes por aí.

A pesquisa monitorou 49 sites que publicaram artigos completamente falsos sobre o coronavírus, e 84% deles exibiam anúncios por meio da plataforma Google Ads.

Em alguns casos, o grupo detectou situações constrangedoras. Um anúncio da operadora de telecom britânica O2 foi exibido em um artigo que dizia que o 5G facilita a propagação do coronavírus.

Outro anúncio de um serviço de backup para o Microsoft 365 estava em um artigo que dizia que Bill Gates estaria por trás da propagação do vírus.

“Esse é um problema sério que o Google precisa combater agora. Este tipo de anúncio cria um incentivo para que estes websites continuem promovendo teorias da conspiração”, disse Craig Fagan, diretor da GDI.

Vale observar que este debate existe também no Brasil e ganhou força nas últimas semanas com a chegada do movimento Sleeping Giants ao Brasil.

Este grupo quer chamar a atenção de marcas que tenham anúncios em sites de fake news, a fim de cancelá-los e diminuir a receita dessas páginas.