Governo Bolsonaro prepara decreto contra a Huawei

A polêmica sobre a participação da Huawei na infraestrutura de 5G no Brasil pode ganhar um novo capítulo em breve.

De acordo com reportagem da Folha, a famosa “ala ideológica” do governo Bolsonaro estaria preparando um decreto presidencial para bloquear a presença da Huawei no país. O decreto estaria sendo construído pelo GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

Segundo a folha, uma das ideias do decreto seria impor regras que criem dificuldades de cumprimento pela Huawei. Uma delas, por exemplo, seria ter ações negociadas na Bolsa brasileira.

No entanto, se isso ocorrer, nenhuma fornecedora estará apta a atender ao decreto. Ericsson, Nokia, Cisco, Samsung, dentre outras, negociam seus papéis no exterior.

Outra ideia do GSI seria determinar que cada operadora tenha dois fornecedores de rede em cada localidade.

Essa medida já foi baixada em portaria, mas as teles consideram inócua porque fere regras da livre concorrência.

Caso o decreto realmente seja assinado, o leilão do 5G no país, previsto para meados do ano que vem, pode ser adiado até que a situação se resolva.

Make Brazil Great Again

Como já extensamente comentado por aqui, há pressão no governo para que a empresa seja barrada em convergência com o lobby do governo Donald Trump contra os chineses.

O presidente Jair Bolsonaro já comentou diversas vezes que pode proibir a Huawei caso veja ameaça à segurança nacional.

As teles, por outro lado, defendem que a Huawei permaneça no processo, por ser uma fornecedora com produtos eficientes e com preços competitivos.

As companhias alegam ainda que usam tecnologia chinesa há anos e nunca houve qualquer ataque ou roubo de dados relacionado ao governo chinês.

Segundo a Folha, caso o decreto seja assinado, a estratégia da Huawei seria recorrer ao STF para permanecer no páreo do 5G.