Hacker tenta envenenar água de cidade da Flórida

Autoridades da Flórida investigam a ação de uma pessoa que acessou os sistemas da companhia de abastecimento e tentou envenenar a água da cidade de Oldsmar, Flórida.

O criminoso acessou remotamente os sistemas e aumentou o nível de hidróxido de sódio de 100 ppm para 11,1 mil ppm. Na prática, é como transformar água potável em água

sanitária.

A polícia local relatou que um funcionário de plantão notou quando a tela que mostra o tratamento químico da água começou a ser alterada, e acompanhou os movimentos do

cursor do mouse.

Assim que notou o que o intruso queria fazer, o funcionário conseguiu cancelar a mudança no nível de hidróxido de sódio.

Segundo a Reuters, o acesso teria sido feito por meio do TeamViewer, um conhecido aplicativo para acesso remoto.

A mudança ocorreu por apenas 5 minutos e nenhuma água envenenada chegou a ser distribuída para a população local.

Ainda assim, a ação reacendeu o debate sobre o ‘lado negro’ da interligação cada vez maiores entre sistemas de infraestrutura e a internet.

Ao Ars, especialistas da área comentaram que, por questão de segurança, sistemas críticos de serviços como água, luz e gás teria deveriam ser acessados apenas localmente, ou no máximo com a exigência de uma autorização local em caso de acesso remoto.