Homem usa robocalls pra disseminar racismo nos EUA

O FCC (órgão do governo americano equivalente à Anatel) pretende multar um homem em US$ 13 milhões por usar ligações telefônicas automáticas para disseminar conteúdo racista.

Em um espaço de dois anos, Scott Rhodes ativou mais de 3 mil robocalls com mensagens racistas para criticar políticos negros e judeus em três estados americanos.

Segundo o FCC, este tipo de uso de ligações automatizadas viola leis locais por ter a intenção de causar danos a quem atende a chamada.

Rhodes teria usado um serviço online para falsificar os números de telefone.

Ele poderá contestar o FCC antes da decisão final e mesmo depois disso poderá ir à Justiça para evitar a punição.