Inteligência Artificial deve ser regulada, diz Google

Em artigo publicado no Financial Times, Sundar Pichai, CEO da Alphabet e do Google, afirma ser a favor de uma regulamentação para aplicações de Inteligência Artificial.

Pichai ressaltou os perigos de um possível mau uso de tecnologias como reconhecimento facial. Mas ponderou que uma legislação sobre o assunto deve balancear “potenciais perigos e oportunidades sociais”.

“Empresas como a nossa não podem simplesmente criar tecnologias poderosas e deixar o mercado decidir como usá-las”, disse Pichai no artigo.

Ele afirma ainda que “alinhamento internacional será crítico para que os padrões estabelecidos funcionem”.

Atualmente, propostas de regulamentação de uso de Inteligência Artificial estão sendo criadas de forma independente nos EUA e na Europa.

No Brasil, uma consulta pública sobre o assunto foi aberta no fim do ano passado.