Irã é novo alvo do combate às notícias falsas

Depois da já vastamente noticiada atuação de organizações russas na divulgação de fake news, o Irã passa a ser o novo alvo de governos, empresas e instituições envolvidas no monitoramento de divulgação de conteúdo falso na rede.

Reportagem do NY Times mostra a preocupação de legisladores europeus com a possível influência do Irã na divulgação de conteúdo para tentar manipular as eleições do Parlamento Europeu, que ocorrem no ano que vem.

A preocupação surge na semana em que Twitter e Facebook anunciaram o bloqueio de mais contas falsas. A novidade no caso mais recente foi a descoberta de contas falsas ligadas a órgãos do governo iraniano.

Muitos dos posts removidos pelo Facebook estavam escritos em árabe e persa, e propagavam conteúdo ofensivo a Israel e aos Estados Unidos. Havia também posts com conteúdo destinado a influenciar a votação sobre o Brexit, que ocorreu em 2016.