John McAfee é preso na Espanha

Uma das figuras mais excêntricas do mundo da tecnologia, John McAfee foi preso ontem na Espanha.

A prisão foi feita a pedido do governo dos EUA, onde ele é acusado de sonegação de impostos e fraude financeira.

De acordo com autoridades americanas, ele deliberadamente deixou de pagar milhões de dólares em impostos entre 2014 e 2018.

Além disso, teria participado de um esquema envolvendo criptomoedas e enganado milhares de compradores.

Autoridades afirmam que ele teria enganado milhares de pessoas ao dizer, em suas redes sociais, que apoiava de forma “imparcial e independente” uma determinada criptomoeda.

McAfee, no entanto, teria recebido US$ 23 milhões para promover a moeda. No fim, o esquema era uma fraude e os compradores ficaram a ver navios.

Caso condenado, ele pode pegar até 25 anos de prisão por todas as acusações.

Vida Loka

Contar todas as tretas de John McAfee levaria um bom tempo, então vamos resumir.

McAfee fundou a famosa empresa de antivírus com seu nome em 1987, e ficou em seu comando até 1994.

Nos anos 2000, mudou-se para Belize. Lá, virou praticamente dono da pequena cidade de Orange Walk, por onde andava escoltado por criminosos locais e vivia cercado de jovens mulheres da região.

Ele também montou um laboratório e contratou uma pesquisadora para desenvolver antibióticos a base de plantas. Mas ela abandonou a operação e disse ter sido drogada e estuprada pelo empresário.

Posteriormente, o laboratório foi desmontado pela polícia local sob suspeita de ser base para produção de drogas.

Ainda em Belize, McAfee foi acusado de ordenar a morte de um vizinho em 2012. Ele nega até hoje ter cometido o crime e alega ter sofrido retaliações por não pagar suborno às autoridades.

Foragido da polícia de Belize, ele fugiu para a vizinha Guatemala. Mas foi preso entrar ilegalmente no país.

Já de volta aos EUA, tentou ser candidato a presidente em 2016, mas perdeu a disputa interna pelo Partido Libertário.