Mesmo com bloqueio, smartphones da Huawei ainda têm partes americanas

Quase um ano após o bloqueio comercial da Huawei, alguns componentes feitos por empresas americanas ainda estão em aparelhos da empresa chinesa.

O Financial Times encomendou o desmonte de um smartphone Huawei P40, lançado há alguns dias.

O desmonte revelou que o aparelho contém componentes de radiofrequência fabricados por Qualcomm, Skyworks e Qorvo, três empresas americanas.

Em tese, isso seria proibido pelo embargo imposto pelo governo americano, que proíbe empresas do país de exportar tecnologia para a Huawei.

O embargo tem algumas exceções, mas as empresas precisam justificar o motivo da exportação e obter uma licença do governo americano.

Uma fonte disse ao FT que, no caso da Qualcomm, o componente estaria coberto por uma licença concedida pelo governo. Skyworks e Qorvo não comentaram a reportagem.