Mesmo investigado, Facebook continua comprando

O Facebook enfrenta investigações por abuso de poder econômico em vários países do mundo. Mas isso não impediu a empresa de anunciar uma nova aquisição.

A empresa divulgou ontem que pretende comprar a startup de plataformas de atendimento a cliente (CRM) Kustomer, por cerca de US$ 1 bilhão.

A compra seria apenas mais uma na história do Facebook, se não fosse pelo fato de a empresa ser investigada justamente por comprar empresas menores para supostamente ‘tirá-las do caminho’.

O caso da Kustomer é um pouco diferente, já que a empresa não rivaliza diretamente com o Facebook e em tese provê serviços complementares.

A ideia da compra, segundo o Facebook, seria fortalecer a área de e-commerce de seus apps e dar aos usuários uma plataforma mais robusta para interação.

Ainda assim, a compra deve ser aprovada por autoridades americanas, e deve receber mais atenção do que outras aquisições feitas pelo Facebook no passado.

Segundo o NYT, o governo federal dos EUA, juntamente com governos estaduais, deve abrir em questão de dias processos formais contra o Facebook por abuso de poder financeiro.