Mineração de Bitcoin cresce no Paraguai

O Paraguai está se consolidando como um dos grandes polos de mineração de Bitcoin e outras criptomoedas.

De acordo com reportagem do Guardian, as máquinas de produção de moedas digitais estão se espalhando rapidamente pelo país.

Atualmente, segundo a reportagem, há 20 mil destes computadores no Paraguai.

A principal razão por trás da nova atividade econômica do país é simples: energia barata.

O Paraguai tem direito à metade da produção da usina de Itaipu, a maior do mundo.

Porém, o país consome apenas uma pequena parte da produção e revende o excedente ao Brasil.

Por conta da fartura de energia elétrica, o preço é extremamente baixo, cerca de um quinto do cobrado no Brasil.

A mineração de moedas digitais consome muita energia.

Além da energia gasta pelos computadores, há o consumo do sistemas de refrigeração usados para evitar o superaquecimento das máquinas.

Segundo o Guardian, muitas máquinas de Bitcoin paraguaias são alugadas para americanos, europeus e brasileiros.