Motoristas de Uber processam Nova York por atraso em auxílio emergencial

Um grupo de motoristas de Uber está processando o estado de Nova York por atrasar o pagamento do auxílio emergencial implementado pelo governo americano.

O estado de Nova York tem leis que garantem o benefício aos motoristas, mas questões burocráticas têm atrasado os pagamentos, segundo o grupo.

No processo, os motoristas alegam que têm esperado meses, e não semanas como prometido, para receber o benefício.

Um problema é que o estado não obriga o Uber a oferecer o demonstrativo necessário para se inscrever para o benefício. Outras empresas, com funcionários contratados, são obrigadas a fornecer o demonstrativo.

Por isso, fica a cargo dos motoristas preencherem uma papelada bem mais complicada do que a dos ‘trabalhadores comuns’. Isso, é claro, torna o processo mais lento e sujeito a erros.

Com a ação, os motoristas querem que a Justiça obrigue o pagamento imediato dos benefícios.