Pela 1a vez, Google passa Apple em computadores

O ano de 2020 fechou com uma marca importante para o Google, e um alerta para Apple e Microsoft.

Pela primeira vez, as vendas de notebooks com sistema Chrome OS – conhecidos como chromebooks – foram superiores às de computadores da Apple.

Os dados foram divulgados pelo IDC e confirmados por um analista da empresa ao Geekwire. O ano de 2020 em computadores pessoais terminou assim:

Windows: 80,5%, contra 85,4% em 2019
Chrome OS: 10,8%, contra 6,4% em 2019
macOS: 7,5% em 2020, contra 6,7% em 2019

Como dá para perceber pelos números, a Apple até teve um bom ano, com crescimento. Mas os efeitos da pandemia beneficiaram muito o sistema do Google.

O Chrome OS é um sistema leve (basicamente o navegador Chrome e outros apps básicos) e portanto roda bem com uma configuração mais modesta do que as exigidas pelos sistemas rivais.

Como consequência, os chromebooks são mais baratos do que PCs e Macs, e já há alguns anos são a primeira opção de muitas escolas nos EUA e na Europa. E a migração para as aulas online acelerou este processo.

Os chromebooks são também uma boa alternativa para quem precisa de uma segunda máquina apenas para acesso à internet. É basicamente um computador que só tem o Chrome).

Nestes próximos meses os analistas devem acompanhar se o crescimento do Chrome OS foi apenas sazonal ou se é um movimento consolidado.