Portland proíbe uso de reconhecimento facial pela administração pública

A cidade de Portland aprovou ontem as restrições mais duras contra reconhecimento facial em todos os Estados Unidos.

A nova lei impede todos os departamentos municipais de usar qualquer tipo de tecnologia de reconhecimento facial.

A cidade impôs ainda restrições ao uso dessa tecnologia por empresas privadas. Elas não poderão, por exemplo, usar reconhecimento facial para monitorar espaços públicos, como shoppings.

O texto da lei argumenta que a tecnologia de reconhecimento facial tem impactos negativos principalmente para as populações de baixa renda e de minorias étnicas.

A lei diz ainda que “os residentes e visitantes de Portland devem aproveitar os espaços públicos com a segurança de que terão privacidade e direito ao anonimato”.

A nova lei entra em vigor em janeiro do ano que vem.

E, sobre esse assunto, vale lembrar aqui da extensa entrevista que fizemos recentemente sobre este assunto com Christian Perrone, do ITS-Rio.