Reino Unido aponta falhas de segurança da Huawei

A Huawei não conseguiu convencer o Reino Unido de que pode controlar os riscos de segurança de seus equipamentos de telecom.

De acordo com relatório divulgado ontem pelo governo britânico, os problemas com produtos e serviços da empresa significam que a Huawei poderia dar apenas “garantia limitada” de que todos os riscos podem ser gerenciados a longo prazo.

O documento diz ainda a Huawei fez apenas um “progresso limitado” em relação ao ano passado. Além disso, o relatório afirma que o governo britânico não confia que a empresa possa atender as exigências das autoridades de segurança do país.

As descobertas aumentam a pressão sobre a Huawei, maior fabricante mundial de equipamentos de telecom.

A empresa é alvo de sanções dos EUA, que alegam que os produtos da companhia podem ser usados para espionagem. A empresa nega.

Após conceder inicialmente à Huawei um papel limitado na infraestrutura 5G do Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson reverteu a decisão em julho, ordenando a remoção dos equipamentos da empresa até 2027.