Samsung estuda fim do Galaxy Note

A Samsung pode deixar de fabricar os smartphones da linha Note no ano que vem, informam fontes da empresa à Reuters.

Segundo as fontes, a decisão seria tomada devido à queda na demanda por smartphones premium no período pós-pandemia.

Atualmente, a Samsung trabalha com duas linhas consideradas premium: Galaxy S e Galaxy Note.

Há ainda a linha Galaxy Z de smartphones dobráveis, que ainda vendem pouco, mas são caros e também podem ser considerados premium.

O maior diferencial da linha Note para a linha S sempre foi a caneta digital S Pen. Mas, segundo as fontes, o próximo Galaxy S terá uma caneta, eliminando assim o diferencial entre as linhas.

O próximo dobrável da Samsung também terá suporte para caneta digital.

O primeiro Galaxy Note foi lançado em 2011 com uma tela de 5 polegadas, gigantesca para a época.

Desde então, as boas vendas da linha ajudaram a Samsung a dominar o mercado de smartphones.

Porém, nos últimos anos, as vendas têm caído à medida que o mercado se torna mais maduro e celulares intermediários ganham potência e recursos similares aos premium.