Trump quer venda do TikTok, e uma parte do dinheiro

A novela TikTok x EUA teve um novo capítulo ontem, quando Donald Trump declarou que exigirá que o app seja vendido para uma empresa americana.

O TikTok “será banido dos EUA” se não for vendido até o dia 15 de setembro, segundo Trump.

Ele declarou ainda que apoia a venda para a Microsoft, uma empresa “grande, segura e muito americana”.

Segundo Trump, porém, haverá uma condição para a venda: dinheiro.

One for you, nineteen for me

Trump disse que “uma boa parte” do dinheiro da venda terá que ir para o Tesouro americano.

“No momento, eles (TikTok) não têm nenhum direito nesse país. Então, se vamos dar a eles direitos, uma parte do valor tem que vir para nós”.

O presidente dos EUA disse ainda que o ideal é que a Microsoft compre o TikTok por inteiro, e não somente as operações nos EUA e outros países do ocidente.

De seu lado, a Microsoft confirmou a intenção de compra em um post.

A aquisição pode parecer estranha para uma empresa que têm procurado reforçar seu lado corporativo.

Mas, com sua grande quantidade de usuários, o TikTok fornecer valiosos dados de comportamento e ajudar as plataformas de anúncio da Microsoft.

Além disso, a empresa teria uma plataforma já com grande base de usuários para pelo menos ter alguma presença em redes sociais casuais, já que o LinkedIN é mais voltado para uso profissional.