TSMC suspende produção de chips da Huawei

A TSMC – responsável pela fabricação de chips para grandes fabricantes de smartphones – suspendeu ontem suas entregas para Huawei, informa uma reportagem da agência Nikkei Asian Review.

Fontes da empresa disseram à agência que a medida foi tomada após as novas restrições decretadas pelo governo americano, já comentadas por aqui.

Baseada em Taiwan, a TSMC é a maior fabricante dos chips projetados pela Huawei para seus smartphones.

Segundo as fontes da agência, a suspensão afeta apenas a produção de novas unidades. Aquelas que já foram fabricadas devem ser entregues nas próximas semanas à Huawei.

“É uma decisão difícil para a TSMC, já que a Huawei é a segunda maior cliente da empresa, mas foi necessária para cumprir as regras do governo americano”, disse uma fonte.

Como já comentado por aqui, as novas regras proíbem que fornecedores da Huawei – independentemente de seu país de origem – usem tecnologia e equipamentos americanos para produzir componentes para a companhia chinesa.

Assim, os EUA pretendem ‘estrangular’ a Huawei, impedindo o acesso da empresa à cadeia internacional de tecnologias e equipamentos usados na produção de chips e outros componentes.

Tanto a Huawei como o governo da China criticaram o novo decreto e analistas temem possíveis retaliações comerciais do governo chinês.