Twitter faz acordo e Dorsey continua no cargo

Há alguns dias comentamos por aqui sobre a tentativa de remover Jack Dorsey do cargo de CEO do Twitter. Por trás da tentativa estava o fundo Elliot, controlado pelo bilionário Paul Singer.

Ontem, um acordo selado entre o Twitter e o Elliot garantiu que, pelo menos por enquanto, Dorsey continuará no cargo.

O acordo estabelece que:

  • O tradicional fundo de investimentos Silver Lake, alinhado ao Elliot, passará a ser investidor do Twitter. O Silver Lake vai investir US$ 1 bilhão na empresa.
  • Este valor será usado na recompra de ações da empresa. O Twitter vai recomprar US$ 2 bilhões em suas próprias ações, a fim de dar maior controle ao conselho da empresa.
  • O conselho do Twitter ganhará dois novos diretores: um executivo da Elliot e um da Silver Lake. A empresa vai procurar ainda um terceiro integrante independente, possivelmente um especialista em Inteligência Artificial.

Com a trégua, Dorsey ganha uma sobrevida no cargo, mas pode não durar até o ano que vem.

Outro ponto do acordo prevê que o Twitter criará um comitê de cinco executivos com a missão de planejar o futuro da empresa e, se necessário, recomendar a troca de CEO. Este comitê terá até o fim deste ano para apresentar seu relatório.