Uber pede que Trump crie nova categoria trabalhista

O CEO do Uber, Dara Khosrowshahi escreveu uma carta pública ao presidente dos EUA, Donald Trump.

Na carta, ele pede que o pacote de medidas de combate ao coronavírus no país crie uma nova categoria trabalhista.

“Peço que os estímulos econômicos considerados pelo governo incluam proteções e benefícios para autônomos, não só para funcionários”, diz Khosrowshahi na carta.

“Não peço um alívio para o Uber, mas sim um apoio para os autônomos e, após sairmos dessa crise, uma chance de fornecer legalmente algum tipo de proteção para eles”, diz o texto.

Por conta da pandemia de coronavírus, Uber e outras empresas de delivery tem sido cobradas publicamente a dar algum apoio a seus colaboradores.

Uma das principais cobranças é relativa a um plano de saúde, algo fundamental nos EUA, país que não conta com um sistema público de saúde.

Recentemente, como já comentado por aqui, o estado da California aprovou uma lei que obriga Uber e similares a considerarem os motoristas como seus funcionários, e fornecerem os benefícios compatíveis.

O Uber está liderando um movimento para questionar a lei.