UE deve aprovar venda da FitBit para o Google

Enquanto a novela da venda do TikTok continua emperrada nos EUA, do outro lado do oceano outra aquisição parece estar perto de ser concluída.

De acordo com a Reuters, a União Europeia deve aprovar nos próximos dias a venda da FitBit para a Alphabet, dona do Google.

O negócio de US$ 2,1 bilhões foi anunciado há quase um ano, mas imediatamente autoridades da UE levantaram questionamentos.

A principal delas era sobre o possível uso de dados de clientes da FitBit para alimentar as ferramentas de publicidade do Google.

Pioneira no mercado de produtos e apps fitness, a FitBit tem acesso a dados de saúde de milhões de pessoas. E as autoridades estão preocupadas em como eles seriam usados pelo Google.

Segundo a Reuters, o Google teria concordado com uma série de restrições para o uso dos dados para publicidade.

A empresa também teria garantido que os produtos da FitBit – conhecida por sua pulseiras fitness – continuariam a funcionar com sistemas de rivais, como a Apple.

Após receber as garantias do Google, a UE vai consultar rivais da empresa e órgãos de defesa do consumidor antes de aprovar o negócio.