Zoom terá criptografia em todas as chamadas

A Zoom anunciou ontem que, em breve, todas as chamadas feitas por meio do app terão criptografia ponta-a-ponta. Na prática, essa tecnologia torna praticamente impossível a interceptação de videochamadas.

O recurso inicialmente seria apenas para clientes pagantes, mas, após críticas, a empresa vai também oferecer a tecnologia para quem não paga pelo app.

Em junho, a empresa havia dito que a criptografia seria apenas para pagantes, já que seu uso poderia facilitar o uso do app para atividades ilícitas.

A empresa argumentou na época que, por ter mais (e mais precisos) dados dos clientes pagos, seria mais fácil tomar medidas caso fosse acionada pela polícia. Já no caso dos clientes que não pagam, seria praticamente impossível agir em caso de algum ilícito.

Ainda assim, a Zoom foi alvo de críticas por não oferecer para todos um recurso que aumenta a privacidade das chamadas. Ontem, a empresa então voltou atrás.

Com a novidade, a criptografia será opcional nas chamadas, ja que seu uso impossibilita certos tipos de chamadas para equipamentos corporativos.

Por isso, ficará a cargo de quem criar a reunião ativar ou não recurso.

Além disso, o Zoom passará a pedir o número de celular do usuário para evitar a criação de contas ‘robôs’ ou com alguma intenção ilegal.

A criptografia começará a ser testada com alguns usuários no próximo mês.